Reflexos – parte iii


Parte I
Parte II

III

Tomar um barco e navegar…
Tão vasto é o mar!
Porém só nos interessa aquele pedaço:
Em que, na proa, como se fitando o espaço,
Olhamos para baixo tentando compreender
Àquela criatura ondulante,
Àquela imagem como que enclausurada n’água,
Como que enclausurada num mundo tão distante.


Parte IV
Parte V
Parte VI
Parte VII
Parte VIII
Parte IX
Parte X
Parte XI
Partes XII e XIII (final)

Autor: | 1.653 visualizações
Data: segunda-feira, 26. outubro 2009 12:18
Trackback: Trackback-URL Categoria: Considerações

Feed para a postagem RSS 2.0 Comentar esta postagem

1 Comentário

  1. 1

    - ouvindo “La Mer” volto alguns anos, quando sonhava que um dia descortinaria a conquista do mundo. Agora, desbravando fronteiras, deixei na praia o meu barco, peguei carona na sua poesia em busca de outros mares :)). Grande Guto!! Congratulations por tão significativa expressão dos pensamentos que nos levam pra dentro de nós mesmos e ao mesmo tempo distante daqui. Bela Arte com palavras! Bravo!

Enviar comentário

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline